COLUNISTAS  
 
AGENDA
 
04/01/2018 - Atualizado em 04/01/2018
Ligado em Tudo com Doutor William Brandemarte
Conheça um pouco sobre o Whey Protein, o suplemento mais utilizado por quem pratica atividade física
Por André Santos
 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

Um dos suplementos proteicos mais populares no mundo, o whey protein é originário do leite da vaca e extraído durante o processo de produção do queijo, por meio da precipitação da caseína. A proteína do leite é composta pelas proteínas do soro do leite (betalactoglobulina, alfalactalbumina, albumina, lactiferrina, entre outras) e pela caseína, respectivamente cerca de 20 e 80% de cada.

Além das proteínas, o whey protein contém os aminoácidos essenciais, incluindo os de cadeia ramificada (BCAA) – leucina, valina e isoleucina. As marcas de melhor procedência no mercado atualmente contém cerca de 25% desses aminoácidos em sua composição.

Existem diferentes tipos de produtos a base de whey protein disponíveis no mercado, diferenciando-se quanto ao seu processo de extração, digestibilidade e velocidade de absorção, teores de proteínas, gorduras e carboidratos, lactose e presença de substâncias bioativas. São comercializados basicamente três tipos: isolado, concentrado e hidrolisado.
Whey protein isolado – promete alcançar altos teores de proteínas, podendo chegar a 95% e apresentar pequenas quantidades ou até mesmo ausência de outros componentes, como lactose, gordura, entre outros.

Whey protein concentrado – possui um menor valor proteico, variando entre 20 a 90 %, porém com uma considerável quantidade de lactose, gorduras, sais mineiras e outros componentes.

Whey protein hidrolisado – evidencia a sua alta capacidade de digestibilidade, e consequentemente, sua rápida absorção.

Benefícios do Whey protein

- Aumento da síntese proteica, da força e da massa muscular, pois favorece o anabolismo e reduz o catabolismo muscular.

- Evita perda de massa muscular;

- Auxilia no controle do peso;

- Ajuda no controle da glicemia;

- Aumento da defesa imunológica;

A quantidade de consumo de proteína depende da fase de vida de cada um. Segundo a Recommended Dietary Allowances (RDA), para um adulto saudável que não necessite de restrição proteica por causa de alguma patologia ou em casos de atletas, a necessidade diária recomendada de proteínas é de 0,8g/kg de peso corporal/dia.

Lembrando que o excesso de proteínas na ingesta diária pode causa disfunções hepáticas e renais.

A necessidade de proteína no organismo se deve a fatos como:

- Estruturais – proteínas são os contribuintes básicos das fibras musculares, cabelo, ossos, dentes e pele, ou seja, essencial em todas as células;

- Catalizadores – contendo enzimas que catalisam certas reações químicas;

- Reguladores do metabolismo – hormônios;

- Sistema imunológico – anticorpos.

Nos casos de atletas que querem melhorar o desempenho ou a musculatura, e pessoas que querem perder peso ou ganhar massa magra e investem em uma dieta de proteínas, é aconselhável também o consumo, na medida certa, dos macronutrientes: carboidratos e lipídeos.

Já está suficientemente comprovado que a manutenção ou o ganho de massa muscular esquelética, principalmente em pessoas idosas, contribui para uma melhor qualidade e prolongamento da vida. Exercícios físicos, principalmente os resistidos com pesos, são de extrema importância para impedir a atrofia e favorecer o processo de hipertrofia muscular, melhorando a qualidade de vida dos indivíduos.

Além disso, a nutrição exerce papel fundamental nesse processo. Pessoas fisicamente ativas e atletas necessitam de maior quantidade proteica que as estabelecidas para indivíduos sedentários. A ingestão de proteína ou aminoácidos, após exercícios físicos, favorece a recuperação e a síntese proteica muscular. Além disso, quanto menor o intervalo entre o término do exercício e a ingestão proteica, melhor será a resposta anabólica ao exercício.

Lembrando: a melhor suplementação é aquela realiza com acompanhamento de um nutricionista ou médico.

 

Dr. William Brandemarte - CRM/SP: 176.573
Médico formado pela Universidade de Marília (UNIMAR), atuante na área de
ultrassonografia e medicina do esporte, membro associado da Sociedade Brasileira de
Ultrassonografia (SBUS), pós-graduado em Medicina do Esporte pela Faculdade Gaúcha.
Médico responsável pelo BAX/Basquete Catanduva e pela Associação Catanduvense de
Esportes (Judô).

email: william_brandemarte@hotmail.com

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 
 
veja também
Saúde & Movimento com: Daniela Borghi
Super Dica com Dra Márcia Fraga: Os efeitos do Cortisol no organismo
Super Dica com Dr. Daniel Artiaga: Conheça a Glutamina
Turma do Pedal com: Sandro Gallo
COMENTÁRIOS

(17) 99603-9669 | redacaome@gmail.com

O jornal Mural do Esporte é uma iniciativa do seu fundador, André Santos.

Mural do Esporte - Copyright ® 2018, Maquinaweb Soluções em TI - Todos os direitos reservados. All rights reserved.